Blog News

GLucena OnLine
GLucena OnLine - www.glucenaonline.com.br
20
jun

Você conhece a Plataforma WordPress?

O que faz do WordPress a melhor plataforma para o seu Site?

O WordPress percorreu um longo caminho desde o seu lançamento inicial em 2003.

O que começou como uma simples ferramenta de blog tornou-se, sem dúvida, no principal sistema de gerenciamento de conteúdo no mundo.

Sites com WordPress incluem marcas que vão desde a NASA, CNN, Forbes, The New York Times, Best Buy, GM e até mesmo eBay, para citar apenas alguns.

Mesmo Matt Cutts da Google é um fã de WordPress, chamando-o de “uma peça fantástica de software.”

Se você já é um usuário do WordPress, é fácil perceber por que o WordPress é uma plataforma tão poderosa.

É fácil de usar, é gratuito, e tem diversos plugins e add-ons para lhe ajudar a personalizar seu site ou blog e a atender às suas necessidades.

Isso não quer dizer que outros sistemas de gerenciamento de conteúdo – como Joomla ou Drupal – não sejam opções dignas.

Apenas estou afirmando que o WordPress é excepcional, especialmente quando se trata de SEO.

Se você já usou o WordPress no passado, ou quer começar a usá-lo no Site de sua Empresa ou Blog pessoal, aqui está uma explicação de por que o WordPress é a melhor plataforma para você usar.

Vejamos algumas características que fazem do WordPress o líder entre os CMSs.

Sites otimizados em 5 minutos ou em um único clique:

Criar um site pode ser uma tarefa difícil se você é novo no mundo do desenvolvimento web.

Uma década atrás, encontrar um sistema de gerenciamento de conteúdo complexo que poderia lidar com todas as diversas tarefas que o WordPress pode oferecer teria custado-lhe um braço e uma perna, e isso antes mesmo de tentar descobrir como usá-lo.

Em primeiro lugar, o WordPress é gratuito para download.

Com uma pequena ajuda do famoso método de “Como instalar em 5 Minutos”, você só precisa ter um pouco de conhecimento técnico para conseguir ter o WordPress instalado e funcionando em seu provedor de hospedagem.

Mesmo ao longo dos últimos anos, a maioria dos grandes provedores de hospedagem têm simplificado o processo de instalação e configuração cada vez mais, oferecendo uma instalação de um único clique.

É isso mesmo – você só se inscrever em uma hospedagem, faz o login, clica em um botão, e inicia o processo de instalação direito no seu browser.

Sem tocar em uma única linha de código ou um único dos arquivos do núcleo do PHP!

Plataforma Open Source:

Outro fator importante é que o WordPress é open-source.

Esta é a verdadeira razão que faz o WordPress ser um CMS tão poderoso – qualquer desenvolvedor no mundo pode criar um tema ou plugin (falarei mais sobre isso em breve!) e contribuir para a comunidade WordPress.

É fácil procurar por um tema bem desenhado para as suas necessidades, e que também seja projetado com padrões atuais de SEO.

Há literalmente milhares de temas para você escolher (alguns gratuitos e outros pagos).

Precisa de seu site WordPress para executar uma função específica de SEO?

Existem milhares deles, também.

Os recursos do seu site WordPress são quase infinitos, e é tudo por causa da natureza de código aberto da comunidade.

Isso permite que você facilmente atualize seu site para ficar pronto para as melhores práticas sugeridas pelo Google, em vez de um CMS proprietário alternativo que pode levar meses ou anos para se adequar.

SEO Básico e fácil de implementar:

Uma das muitas razões por que o WordPress é muitas vezes escolhido em detrimento de seus concorrentes é por causa de sua capacidade de gerenciar SEO.

Poderíamos argumentar que SEO é uma prática complexa composta por centenas de fatores, mas no final do dia uma simples instalação WordPress irá permitir que você gerencie facilmente os conceitos básicos sem qualquer conhecimento de codificação que seja.

WordPress

Permalinks:

Após a instalação, uma das primeiras ações que você deve fazer é ir até a guia Configurações e clicar no menu drop-down, onde você encontrará uma seção chamada “Permalinks”.

Lá você encontrará a definição de permalink que é um padrão que exibe URLs com base em alguns caracteres e números (que capturam o número de identificação da entrada de banco de dados onde a sua página ou post está sendo armazenada).

Abaixo você encontrará várias outras opções, que podem ser a opção “nome do post” mais preferido (para a maioria das instalações esta é a melhor opção).

Isso é tudo que você tem que fazer para se certificar se sua estrutura de URL vai estar otimizada e com a capacidade de personalizar as palavras reais uma vez que você iniciar a edição de um post de blog ou página.

Título Tags & Títulos:

Isso nos leva ao próximo conjunto de necessidades básicas de SEO, encontrados no editor de conteúdo.

Uma vez que você está pronto para adicionar conteúdo, você deve simplesmente “adicionar página/post”, e começar a inserir o seu conteúdo.

Primeiro você vai querer adicionar o título, o que normalmente é codificado como uma Tag H1 ou H2, dependendo do tema que você está usando, que também atuará como tag título da sua página web.

Então, você vai ver a sua estrutura de URL  facilmente editável sem ter que tocar em uma única linha de código.

Conteúdo otimizado:

Em seguida, você tem a área de conteúdo real, onde o editor de texto, rico em ferramentas de edição visual, permite que você edite o texto com negritos, palavras sublinhadas, inserir link para outras páginas da web internas ou externas, adicionar tags de cabeçalho adicionais, fazer upload de imagens (onde você pode adicionar tags alt da imagem), mas mais importante, adicionar conteúdo, que será facilmente rastreáveis pelo mecanismo de busca.

Todos esses elementos básicos são encontrados em qualquer instalação padrão do WordPress.

Velocidade do Site:

Anteriormente, mencionamos que você poderia usar uma alternativa paga de plataformas proprietárias e que isto poderia ser um prejuízo para as suas necessidades, principalmente com relação à velocidade do site.

Este é um grande exemplo de como você pode evitar um problema tão grande.

Ao longo dos últimos anos, é do conhecimento geral que o Google vem se preocupando com o tempo de carregamento dos sites como um fator importante em sua otimização on-page.

O que acontece quando o seu artigo, não está conforme os grandes padrões do Google? .

Péssimo!

Mas, isso não é um problema com WordPress.

A instalação básica e os temas padrão carregam rapidamente e eficientemente.

Agora, é verdade que o usuário pode tornar este carregamento um pouco mais lento dependendo do tipo de conteúdo que é adicionado ou do temas instalado (por exemplo, carregar páginas web com toneladas de vídeos ou usando temas que utilizam imagens pesadas, tendo também muitos scripts em execução em uma página, etc)…

Mas felizmente há uma grande abundância de plugins como Autoptimze e WP Super Cache (bem como outras ações que você pode usar) para manter seus sites zunindo.

Otimização móvel:

Em abril de 2015 o Google definiu um prazo para que os websites tenham algum tipo de otimização para as redes móveis.

É isso mesmo, o Google disse ao mundo que, se o seu site não for otimizado para smartphones ou tablets (em outras palavras, usando um design sensível (RESPONSIVO) que faz a experiência de navegação em seu site melhor para os usuários de dispositivos móveis), havia uma forte possibilidade de que seu site perderia colocações em buscas realizadas pelos dispositivos móveis.

Como acontece com qualquer anúncio desta natureza, todo mundo começou a surtar, à excepção da maioria dos usuários do WordPress.

Então, por que os usuários do WordPress não sentiram esta pressão?

Isso porque para a maioria dos sites do WordPress, tudo o que tinham a fazer era instalar o plugin Jetpack popular e em poucos minutos foram capazes de cumprir com os padrões de siteis otimizados para dispositivos móveis do Google.

Por outro lado, usuários usando WordPress com recursos premium, certamente não estavam com medo porque o mercado prêmio vem desenvolvendo temas que já têm atendido esta demanda a bastante tempo!

Este é talvez um dos maiores argumentos para por o WordPress na posição de liderança que está.

A versatilidade de temas e plugins:

Muitas vezes, quando outros discutem sobre seu CMS favorito (geralmente obstinados fanboys de uma plataforma específica argumentando seu ponto de vista em comparação com um usuário do WordPress), eles argumentam que seu CMS é tão customizável quanto.

Isso é ótimo e uma verdade se você for um desenvolvedor experiente, mas para nós, que queremos nos concentrar em nossas habilidades, precisamos de algo fácil de desenvolver e implementar.

Felizmente, com milhares de desenvolvedores do WordPress lá fora, há um número enorme de opções para personalizar o seu site WordPress, e geralmente, há um tema ou plugin já pronto com o recurso que você sonha.

WordPress

Temas otimizados para qualquer tipo de site:

Primeiro, vamos falar sobre temas WordPress.

Já mencionamos os temas básicos que vêm pré-instalados com o WordPress.

Mas e se você estiver querendo construir algo maior?

Muitas pessoas hoje pensam que o WordPress seja bom somente para ser um simples blog…

Não poderia estar mais longe da verdade.

Você pode construir qualquer tipo de site com o WordPress, e você pode encontrar um tema que transforma completamente a sua instalação e permite que você possa construí-lo!

Quer construir um site de comércio eletrônico otimizado?

Sem problemas.

Diretório local?

Isso é fácil.

Fóruns, redes sociais, e muito mais.

A lista das possibilidades é longa.

Isso sem mencionar os Plugins.

Então, precisamos discutir o conceito de plugins que faz o WordPress ser tão bom.

Os usuários avançados que começaram a ler este artigo, provavelmente, devem estar rindo quando falo de tags de título e hiperlinks como razões que tornam o WordPress um grande CMS.

E isso é exatamente o ponto – WordPress não é apenas esta plataforma super-sofisticada que apenas GURUS da web possam desenvolver um Site.

Um princípio básico deve ser: Entender que um blog precisa se utilizar do conceito da cauda longa, que é uma coisa muito poderosa.

Felizmente para nós, os Guros do SEO nos concederam uma riqueza de plugins para usar a nossa vantagem – muitos dos quais são gratuitos.

Há o óbvio plug-in Yoast SEO que nos permite otimizar o material realmente técnico como o nosso arquivo robots.txt, problemas de canonização, sitemaps XML – coisas um não-desenvolvedor não podia sequer começar a entender.

Depois, há ferramentas como o Link Checker, plugins de redirecionamento, plugins de SEO, ferramentas de widget – realmente, a lista de plugins são impressionantes e que você pode usar para turbinar o seu Site  é interminável.

A questão é, o que quer que suas necessidades de plugins específicos demande, agora ou no futuro, a comunidade WordPress certamente terá algum plugin que lhe atenda.

Conclusão.

Durante a última década, o WordPress se tornou, no mundo do desenvolvimento web, a plataforma de escolha para muitos designers, desenvolvedores e profissionais de SEO.

Com a sua instalação do núcleo, sua comunidade de desenvolvedores de plugins e tema de código aberto, e a facilidade de uso para não-programadores, não há dúvida de que o WordPress vai continuar a ser o CMS dominante na comunidade por muitas décadas.

Sucesso!

Conheça nossa Plataforma de Ensino Desenvolver Talentos OnLine

Leave a Reply

Phone
Email
Skype
Telegram
Messenger
WhatsApp
SAC
Messenger
WhatsApp
Phone
Email
Telegram
Skype
SAC
Pular para a barra de ferramentas